Pré-treino: Alimentos Pra Consumir (e Evitar)

29 Mar 2018 08:53
Tags

Back to list of posts

<h1>Pr&eacute;-treino: Alimentos Pra Consumir (e Impossibilitar)</h1>

<p>Quando falamos de alimenta&ccedil;&atilde;o pr&eacute;-treino pensamos em como providenciar a energia necess&aacute;ria pra que o organismo tenha uma boa performance durante o exerc&iacute;cio. Todavia voc&ecirc; domina quais s&atilde;o os alimentos mais indicados pra esse encerramento? Ou quais podem comprometer teu treino e assim precisam ser evitados? Pra elucidar estas e outras perguntas, conversamos com alguns especialistas em nutri&ccedil;&atilde;o que deram dicas pra voc&ecirc; n&atilde;o errar na hora de escolher teu lanche ou refei&ccedil;&atilde;o pr&eacute;-treino. Um fator fundamental na possibilidade do lanche ou refei&ccedil;&atilde;o pr&eacute;-treino &eacute; o &iacute;ndice glic&ecirc;mico dos alimentos (grande, m&eacute;dio ou nanico), que estabelece a velocidade de tua absor&ccedil;&atilde;o pelo corpo humano ap&oacute;s consumidos.</p>

<p>Quanto mais grande o &iacute;ndice glic&ecirc;mico, mais r&aacute;pido eles elevam o n&iacute;vel de glicose no sangue e prov&ecirc;m energia para o corpo humano (e vice-versa). Acesse mais conte&uacute;dos sobre esse assunto exposto http://www.michael-korsoutletstore.us.org/antiflacidez-conheca-oito-firmadores/ .Deste jeito, consumir alimentos de alto IG em um ciclo errado podes sobrecarregar o p&acirc;ncreas, dificultando a oxida&ccedil;&atilde;o de &aacute;cidos graxos (gorduras), atrapalhando o metabolismo e o rendimento no esporte. Especialistas comprovam que n&atilde;o se deve treinar estando mais de 2h30 em jejum. Assim sendo, o hor&aacute;rio mais indicado para se alimentar &eacute; entre quarenta e cinco minutos e 1h antes do treino. Entretanto, se essa alimenta&ccedil;&atilde;o suceder at&eacute; 30 minutos antes do treino deve conter somente em carboidratos, visto que s&atilde;o a principal fonte de energia para nosso corpo.</p>

<ul>

<li>Realize 12 a quinze repeti&ccedil;&otilde;es, fazer esse trabalho de por volta de tr&ecirc;s sets</li>

Mulher-chamada-de-gorda-1.jpg

continuar lendo isso..

<li>Abdominal invertido unilateral</li>

http://www.michael-korsoutletstore.us.org/antiflacidez-conheca-oito-firmadores/

<li>S&oacute; fazer aer&oacute;bica</li>

<li>Sem desejo por comidas que n&atilde;o s&atilde;o saud&aacute;veis</li>

</ul>

<p>A recomenda&ccedil;&atilde;o &eacute; ceder prefer&ecirc;ncia a alimentos de mi&uacute;do ou m&eacute;dio &iacute;ndice glic&ecirc;mico, que prov&ecirc;m menos a&ccedil;&uacute;car circulando no sangue e mais energia ao longo do exerc&iacute;cio. Caso prefira, poder&aacute; ingerir uma refer&ecirc;ncia de carboidrato simples junto a uma fonte complexa (ex.: banana com aveia). Se for se alimentar pouco antes do treino opte por uma vitamina de banana com iogurte desnatado. Os alimentos de alto &iacute;ndice glic&ecirc;mico, como os carboidratos simples, atuam no organismo disponibilizando energia r&aacute;pida, de uma s&oacute; vez.</p>

<p>Sendo assim, se consumidos isoladamente, podem causar a chamada hipoglicemia de rebote. Ela faz com que o corpo tenha uma queda glic&ecirc;mica (diminui&ccedil;&atilde;o de a&ccedil;&uacute;car no sangue) mesmo ap&oacute;s a pessoa ter comido, causando mal-estar (enjoo, v&ocirc;mito, tontura) e comprometendo o &oacute;timo funcionamento do corpo. O mais indicado nesses casos &eacute; interromper o treino. Por&eacute;m, se os sintomas s&atilde;o amenos, &eacute; poss&iacute;vel reverter o quadro ingerindo carboidratos presentes em g&eacute;is ou isot&ocirc;nicos.</p>

<p>Do mesmo jeito alguns alimentos contribuem para uma melhor performance, outros s&atilde;o capazes de compromete-la. Para saber quais alimentos evitar pr&eacute;-treino &eacute; preciso avaliar a individualidade biol&oacute;gica de qualquer um. Tem pessoas que n&atilde;o toleram leite e seus derivados antes do treino por causarem desconforto g&aacute;strico. Novas n&atilde;o conseguem comer s&oacute;lidos pela manh&atilde; muito cedo antes de treinar e preferem alguma coisa l&iacute;quido”, explica Vivian Ragasso.</p>

<p>Banana: &Eacute; uma das frutas preferidas de quem pratica esportes. Rica em carboidratos e com muito pot&aacute;ssio (respons&aacute;vel por balan&ccedil;o e distribui&ccedil;&atilde;o da &aacute;gua no corpo humano, relaxamento muscular, manuten&ccedil;&atilde;o do equil&iacute;brio &aacute;cido-base e regula&ccedil;&atilde;o das atividades neuromusculares). Sua defici&ecirc;ncia poder&aacute; causar c&atilde;ibras, distens&atilde;o abdominal, redu&ccedil;&atilde;o dos reflexos e altera&ccedil;&otilde;es na regularidade dos batimentos card&iacute;acos. Al&eacute;m do pot&aacute;ssio, a banana tamb&eacute;m tem vitamina B6 e magn&eacute;sio, mineral essencial para a manuten&ccedil;&atilde;o dos ossos e para o equil&iacute;brio de c&aacute;lcio, pot&aacute;ssio e s&oacute;dio. Aveia: &Eacute; fonte de carboidratos de nanico &iacute;ndice glic&ecirc;mico, rica em prote&iacute;nas e fibras que eliminam os &iacute;ndices de colesterol devido aos altos &iacute;ndices de b-glucana (fibra sol&uacute;vel).</p>

<p>Arroz: Refer&ecirc;ncia de carboidratos de r&aacute;pida absor&ccedil;&atilde;o, sem quantidades consider&aacute;veis de gordura, &eacute; uma interessante op&ccedil;&atilde;o na refei&ccedil;&atilde;o pr&eacute;-treino. Se for treinar &agrave; noite, tente combinar o arroz - entretanto , integral - com alguma prote&iacute;na magra, como o peito de frango, pra deixar o prato mais completo. Macarr&atilde;o: Aproximado ao arroz, tem amplo concentra&ccedil;&atilde;o de carboidratos de r&aacute;pida absor&ccedil;&atilde;o que v&atilde;o fornecer energia pro treino.</p>

<p>Contudo, cuidado com o molho. Impe&ccedil;a os gordurosos e prefira os de tomate acess&iacute;vel, com azeite de oliva e manjeri&ccedil;&atilde;o para obter mais nutrientes e antioxidantes (licopeno). Batata-adocicado: Muito bom refer&ecirc;ncia de energia, f&aacute;cil de ser consumida em cada hor&aacute;rio e de in&uacute;meras maneiras. &Eacute; &eacute; rica em carboidratos complexos, det&eacute;m baix&iacute;ssima quantidade de gordura e cont&eacute;m vitaminas C e do complexo B ( principalmente B6), e tamb&eacute;m ferro, pot&aacute;ssio, c&aacute;lcio e f&oacute;sforo. Mandioquinha: &Eacute; um carboidrato simples, rico em vitaminas C e do complexo B, ferro, f&oacute;sforo e magn&eacute;sio.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License